Após gerar muita polêmica, dono da carreta mais alta do Brasil desfaz alteração

Após gerar muita polêmica nas redes sociais e até ser tema de reportagens, o proprietário da carreta mais alta do Brasil, Edson Juhem, mais conhecido como Jaquirana, desfez as alterações na suspensão traseira de seu veículo.

Do assoalho da carroceria até o chão, o conjunto, Scania 114G 340, acoplado em uma carreta com 1 eixo, possuía quase 3 metros de altura.

Após desafio, caminhoneiro arqueia carreta a mais de 3 metros do chão

Para que isso fosse possível, a carreta recebeu um suporte alongado para as bolsas de ar e balanças da suspensão. O objetivo era instalar uma badana (lameiro) de 2 metros.

A alteração virou polêmica nas redes sociais e rendeu até reportagens no UOL. Sem terem conhecimento prévio sobre o assunto e qualquer respaldo estatístico, os jornalistas do portal afirmaram que esse tipo de alteração tornava os caminhões “máquinas de matar”.

No caso do Scania 114g, o proprietário salientou que a mudança tinha objetivos estéticos e o veículo não seria utilizado para trabalho, já que o excesso de altura dificultava carga, descarga e até mesmo o transporte de mercadorias.

Nessa semana, por motivos pessoais, Jaquirana decidiu desfazer a alteração e o veículo voltou “ao normal”.