Após seu exame para coronavírus dar negativo, Wanderlei Dedeco diz que Bolsonaro está louco

Recentemente, o caminhoneiro e ex-candidato a Deputado Federal, Wanderlei Loreira Alves (Dedeco), de 45 anos, ganhou a atenção da mídia ao alegar estar com os sintomas do coronavírus (Covid-19) e permanecer em isolamento no seu caminhão.

Entenda a história:

O motorista que saiu de Curitiba – PR, seguia com destino à Fortaleza – CE, quando no caminho começou a apresentar sintomas parecidos com o do Covid-19 (Coronavírus).

Próximo à cidade de Guripi, o caminhoneiro acionou a Polícia Rodoviária Federal que o orientou para estacionar em um posto de combustíveis próximo para ser atendido, após isso Wanderlei foi levado ao hospital da região.

Wanderlei realizou o teste para detectar se estava com o vírus do Covid-19 e o resultado sairia em 7 dias.

A Secretaria de Saúde da cidade, ofereceu ao caminhoneiro um local apropriado para permanecer em isolamento, mas o caminhoneiro preferiu ficar em seu veículo.

Teste negativo para covid-19:

Em entrevista ao jornal Valor, pertencente a rede Globo, o caminhoneiro afirmou que seu teste deu negativo para Coronavírus e que na verdade tratava-se de uma pneumonia.

Ainda de acordo com ele, o Presidente Jair Bolsonaro está louco, além de estar negando ajuda aos caminhoneiros.

Já na entrevista ao Sil TV, Wanderlei acusou o então Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, de orientar os médicos a não realizar exames para covid-19 em caminhoneiros. De acordo com a teoria de Wanderlei, a medida tem como objetivo manter os caminhoneiros trabalhando.

Só quer “atenção”, diz dono de posto de combustíveis:

De acordo com o proprietário do posto de combustíveis onde Wanderlei permaneceu com seu veículo estacionado, o caminhoneiro só quer atenção;

“Ele já foi candidato a deputado federal pelo Podemos e fala por mensagem com o senador Álvaro Dias e já saiu até na capa da revista Isto É. Ele quer mais chamar a atenção do que resolver o problema”, disse o empresário.

Fonte: Valor – Globo