Brasil começa a utilizar helicópteros na pulverização agrícola

Brasil começa a utilizar helicópteros na pulverização agrícola

A procura por helicópteros para pulverização agrícola disparou nos últimos tempos no Brasil.

Graças à sua manobrabilidade, o helicóptero consegue atuar em regiões onde tratores e aviões, não conseguem trabalhar.

No geral, essas aeronaves trabalham numa faixa de altura de 1 a 3 metros, com barras de pulverização de até 15 metros de largura.

Outra vantagem, é o efeito da hélice (asa rotativa) que ajuda a jogar o produto para baixo, evitando que o vento leve para locais onde não é para ser pulverizados.

Além disso, algumas fazendas já testam a aplicação de sólidos, como a ureia, por meio de helicópteros.

No Brasil, ainda não há helicópteros produzidos para pulverização, sendo necessário adaptar as aeronaves.

Por voar muito baixo, o piloto também precisa ter bastante experiência para execução das manobras.

Muitas vezes, os pilotos precisam pousar em cima de caminhões para reabastecer o tanque de pulverização.

Alguns pilotos, mais ousados, realizam a manobra conhecida no meio militar-operacional, como “J-hook”, que consiste em fazer o helicóptero perder velocidade, drasticamente, mudando de posição repentinamente, fazendo a aeronave ficar de lado para a direção original.

Essa manobra é bastante utilizada por militares americanos, quando há necessidade de fazer um pouso em uma zona de combate ou uma extração de urgência.

A utilização de drones para pulverização também cresceu, se mostrando uma alternativa mais barata em relação aos aviões e tratores.

No entanto, por conta da baixa autonomia de voo, essas aeronaves não tripuladas ainda não conseguem pulverizar áreas grandes de plantações.

Uav Agriculture Farmland Plant Protection Drone Dji