Brasil e Argentina iniciam os preparativos para uma moeda comum

Brasil e Argentina iniciam os preparativos para uma moeda comum

O Ministro da Economia argentino, Sergio Massa, disse em entrevista ao jornal britânico Financial Times, que Brasil e Argentina devem iniciar os preparativos para a criação de uma moeda comum na próxima semana.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) viaja nesse Domingo (22), para a Argentina, na primeira viagem internacional desde que assumiu o novo mandato. Os compromissos de Lula na Argentina vão acontecer na segunda (23) e terça-feira (24).

Os ministros da Fazenda, Fernando Haddad, e da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta, estão entre os que acompanharão o presidente.

Um dos assuntos tratados será a criação de uma moeda comum para os países que fazem parte do Mercosul.

Peso argentino: onde comprar e vender, como pesquisar preços e outras  dicas, quanto vale o peso em relação ao real, qual o valor, qual melhor  moeda para levar a Argentina

Em discursos anteriores, Lula já havia defendido a criação de uma moeda única para a América do Sul.

“Vamos voltar a restabelecer nossa relação com a América Latina. E se Deus quiser vamos criar uma moeda na América Latina, porque não tem esse negócio de ficar dependendo do dólar”, disse Lula em discurso no Congresso Eleitoral do PSOL realizado em Abril de 2022.

Segundo economistas, uma moeda comum favoreceria principalmente a Argentina, que atualmente enfrenta a maior crise de sua história.

No entanto, para o Brasil, essa moeda deve trazer impactos negativos, já que também estará atrelada à economia desses países.