Caminhoneiro brasileiro ganha R$ 120 mil por mês de maneira inusitada nos EUA

Caminhoneiro brasileiro ganha R$ 120 mil por mês de maneira inusitada nos EUA

O caminhoneiro brasileiro Vilson fatura alto, até mesmo para os padrões americanos, trabalhando de uma maneira inusitada nos Estados Unidos.

O motorista realiza o transporte de caminhões novos conforme a demanda.

No entanto, o grande problema de deslocar um veículo novo de um estado para o outro, é como o motorista vai voltar para sua origem depois.

Geralmente, as empresas pagam passagem de ônibus ou de avião, o que aumenta consideravelmente o custo.

Já seu Vilson, possuí uma camionete e um carretinha.

Com ela, o caminhoneiro consegue ir até o cliente, carrega a camionete em cima da carretinha e ainda, utiliza a estrutura como reboque para outro caminhão, que é colocado no sentido contrário e com os eixos traseiros suspensos.

Desse modo, além do primeiro caminhão novo, seu Vilson consegue carregar mais um caminhão, sua camionete e sua carretinha.

Ao chegar no destino, o motorista volta dirigindo a camionete acoplada à carretinha.

Em média, o faturamento do caminhoneiro gira em torno de US$ 3 a milha (1,6km).

Rodando 350 milhas no dia (563km), são US$ 1.050,00 de faturamento bruto. Em um mês bem trabalhado, esse faturamento pode atingir mais de R$ 100 mil.

Apesar desse valor ser bruto, os custos são bem reduzidos, uma vez que o gasto principal do motorista é apenas com o combustível para a camionete.

Mas como é realizado o carregamento:

Uma das curiosidades dos internautas, é sobre como é feito o carregamento da carretinha em cima do cavalo mecânico.

Segundo Cesar Simões, no eixo da carretinha, há um pistão hidráulico, que suspende o reboque o suficiente para que o outro caminhão, que será arrastado, consiga entrar debaixo.