Caminhoneiro é atropelado pelo próprio patrão, leva um tiro e sobrevive em MG

Caminhoneiro é atropelado pelo próprio patrão, leva um tiro e sobrevive em MG

Dois empresários e um terceiro envolvido, foram presos suspeitos de tentarem assassinar um caminhoneiro em Carbonita (Vale do Jequitinhonha), Minas Gerais.

Entenda o caso:

Segundo relatado pela Polícia Militar, o caminhoneiro teria um dívida com um traficante da cidade de Itamarandiba.

Após constantes ameaças, o motorista concordou em fingir um falso assalto da carga de móveis e eletrodomésticos que transportava – em Carbonita (Vale do Jequitinhonha).

Patrões suspeitos de tentar matar caminhoneiro de Valadares são presos no Vale do Jequitinhonha

No entanto, durante a ação, o caminhoneiro se arrependeu e ligou para seus patrões, 29 e 31 anos, de Governador Valadares, informando o que estava acontecendo.

Os empresários, junto com mais um homem, de 38 anos, foram até Carbonita de carro para encontrar o caminhoneiro.

As informações divulgadas pela Polícia Militar sobre o caso descrevem que o caminhoneiro foi encontrado pelos patrões, mas durante o caminho sentido Itamarandiba o condutor do carro (o patrão de 31 anos) entrou em uma estrada de terra, o que teria deixado o caminhoneiro com medo do que poderia vir a acontecer. 

Nesse momento ele desceu do veículo e tentou fugir, mas foi atropelado pelo condutor; em seguida, o patrão de 29 anos, com uma arma de fogo, disparou em direção ao caminhoneiro. O único tiro atingiu o pescoço da vítima.     

Após o disparo, os três homens fugiram do local do crime; dois deles no carro e o terceiro homem no caminhão.

Pessoas que passavam pela BR-451 encontraram o caminhoneiro baleado e acionaram o SAMU. A vítima foi socorrida ao hospital e sobreviveu.

Poucas horas depois, o caminhão e o carro, veículos em que estavam os três homens suspeitos da tentativa de homicídio, foram localizados na rodovia LMG-667, na cidade de José Gonçalves de Minas, no Vale do Jequitinhonha. Com os ocupantes do carro os militares apreenderam duas armas de fogo e munições.

Com o motorista foi encontrado um revólver carregado com quatro cartuchos intactos e dois deflagrados. 

O trio foi preso e, junto com as armas apreendidas, encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Capelinha. 

Apreensões

Ainda durante a ação, a Polícia Militar conseguiu localizar a residência do traficante de 25 anos. No local foram apreendidos 15 tabletes e 55 buchas de maconha, 4 pedras de crack e material para embalar drogas, além de parte da carga de móveis e eletrodomésticos que estavam no caminhão; o traficante fugiu e não foi localizado.  

A Polícia também conseguiu recuperar parte da carga desviada, que estava na casa de uma mulher de 24 anos. No entanto, a proprietária do imóvel não foi localizada.