Caminhoneiro é multado em R$ 766 mil por transporte irregular de minhocas

Caminhoneiro é multado em R$ 766 mil por transporte irregular de minhocas

Um caminhoneiro foi multado em R$ 766 mil ao ser flagrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), transportando de forma irregular, 1.532 minhocoçus-goiano, na BR-163, em Jaraguari, no Mato Grosso do Sul.

Durante a fiscalização de rotina, a PRF, abordou o caminhão de mudanças e em revista no compartimento de carga, foram encontradas caixas com as minhocas.

O condutor, afirmou não possuir autorização do órgão ambiental para o transporte dos animais, que segundo ele, os havia pego no estado de Goiás.

Como espécie é protegida por lei federal, por ser considera importante no equilíbrio do ecossistema, a comercialização só pode ser feita com autorização especial, expedida pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais). 

Caminhoneiro é multado em R$ 766 mil por transporte irregular de minhocas

A Polícia Militar Ambiental foi acionada, em autuou o motorista em R$ 766 mil. Ele também responderá por crime ambiental, previsto no artigo 29 da Lei Federal nº 9.605/12/2/1998 (Lei de Crimes Ambientais), que prevê uma pena de seis meses a um ano de detenção.

Caminhoneiro é multado em R$ 766 mil por transporte irregular de minhocas

Qual o destino das minhocas?

As Minhocuçu pertencem à família oligoqueto (minhocas) e podem passar de 1 metro comprimento e diâmetro de até 1,5 cm.

Essa espécie, é utilizada principalmente como isca na pesca do pintado no pantanal do Mato Grosso do Sul.

No entanto, desde 2021, a venda e transporte das minhocuçu se tornou restrita.

Transporte ilegal de minhocuçus rende multa de R$5 milhões - Revista Pesca  & Companhia

Para se ter uma ideia, em mercados de iscas da região, antes da proibição, a dúzia (12 unidades) chegava a custar R$ 70 reais. Agora, os valores mais que triplicaram.

Ainda em 2021, um homem foi multado em R$ 7 milhões pelo transporte de 14 mil minhocas da espécie.