Caminhoneiro é preso após oferecer R$100 a PRF na BR-153, TO

Caminhoneiro é preso após oferecer R$100 a PRF na BR-153, TO

Um caminhoneiro foi preso por corrupção ativa após oferecer R$ 100 para agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante uma abordagem no final da tarde desta terça-feira (16), na BR-153, em Gurupi, no Tocantins.

A carreta, modelo Volvo/Fh 540 6x4t, era conduzido por um motorista de 53 anos e transportava duas máquinas carregadeira.

Durante a fiscalização, a equipe constatou diversas irregularidades na documentação fiscal apresentada.

O motorista, ofereceu aos policiais R$ 100 para ser liberado, mas acabou sendo preso em flagrante pelo crime de corrupção ativa.

Transportadora

Posteriormente, os policiais continuaram o procedimento de fiscalização, constatando graves inconsistências na Autorização Especial de Trânsito (AET). As informações de taras do caminhão trator e do semirreboque foram indevidamente inseridas, apresentando valores subfaturados, abaixo do peso real dos veículos, com o objetivo de alterar a capacidade de carga do conjunto transportador, criando benefícios para a empresa transportadora, com a economia no custo operacional do transporte, o que acaba negligenciando a segurança viária ao oferecer demasiado risco aos demais condutores.

Os veículos e suas cargas foram encaminhados ao pátio da PRF em razão das irregularidades verificadas. Diante do ocorrido, contatou-se os crimes de corrupção ativa, transporte de mercadoria nacional sem nota fiscal e falsidade ideológica.