Caminhoneiro é preso com rádio PX capaz de se comunicar com satélite da Marinha Americana

Caminhoneiro é preso com rádio PX capaz de se comunicar com satélite da Marinha Americana

Um caminhoneiro foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), após ser flagrado com um rádio PX capaz de se comunicar com um antigo satélite da Marinha dos Estados Unidos.

O flagrante ocorreu durante a manhã dessa terça-feira (24), em uma fiscalização no km 82 da BR-010, em Ulianópolis (PA).

Ao abordarem o caminhão, os agentes perceberam que a antena utilizada no teto da cabine era similar às usadas por rádios clandestinos. O equipamento é capaz de transmitir e receber ondas de rádio do famosos satélites “bolinha”.

Esses satélites militares, denominados como FleetSatCom ou UHF SatCom, foram lançados em órbita entre 1975 e 1992 pela Marinha dos Estados Unidos para a transmissão de mensagem criptografadas.

Com o passar do tempo, essa tecnologia ficou ultrapassada e esses equipamentos foram “abandonados” em órbita.

Como não é possível “desligar” esses satélites, muitos continuam ativos e são utilizados de forma clandestina por caminhoneiros, garimpeiros, madeireiros e até mesmo facções criminosas.

Ao contrário do Rádio Amador (PX) comum, que transmite e recebe ondas de rádio diretamente para o outro rádio, o Rádio Bolinha, como ficou conhecido, transmite as ondas de rádio para o satélite que está em órbita e em seguida, essas ondas são enviadas aos demais rádios.

Com isso, quem possuir o equipamento, pode se comunicar com qualquer outro rádio bolinha em toda a América. Isso mesmo, um caminhoneiro do Rio Grande do Sul pode conversar com um caminhoneiro do Rio Grande do Norte, ou até mesmo do Canadá.

Diante dos fatos, o condutor foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Ulianópolis (PA), a fim de que fossem realizadas as medidas cabíveis, em tese, por desenvolver clandestinamente atividade de telecomunicação.

Caso o crime seja comprovado, a pena pode chegar a 04 (quatro) anos de prisão, além do pagamento de multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

Foram apreendidos 01 (um) rádio comunicador, 01 (um) decodificador e 01 (uma) antena.