Caminhoneiros planejam ocupar Brasília para impedir posse de Lula no dia 1° de Janeiro

Caminhoneiros planejam ocupar Brasília para impedir posse de Lula no dia 1° de Janeiro

Desde o resultado do segundo turno, no último 30 de Outubro, milhares de manifestantes realizam atos em todo o Brasil contra a vitória do candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Os manifestantes, questionam a confiabilidade das urnas eletrônicas e as diversas anomalias nos resultados.

Jair Bolsonaro já disse à aliados que pretende viajar para fora no país no dia, deixando a cargo de seu vice Hamilton Mourão a transferência da faixa presidencial para Lula.

Caminhoneiros, agricultores e populares, estão se programando para ocupar Brasília no próximo 1° de Janeiro, quando deve ocorrer a posse do candidato eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Caminhoneiros e motociclistas se juntam a ato em Brasília para pedir  intervenção

O principal objetivo do ato, é impedir que Lula (PT) e seu vice Geraldo Alckmin, subam a rampa do Palácio do Planalto, durante o ato solene de posse.

Apesar de não impedir oficialmente a posse do novo governo, uma manifestação de grandes proporções causaria ainda mais desgaste ainda maior no mandado do novo presidente.

O Partido dos Trabalhadores (PT), busca maneiras de contornar o problema, financiando ônibus e caravanas para que os apoiadores consigam viajar até Brasília.

A cúpula do PT também teme uma nova ação da Polícia Rodoviário Federal, a PRF, semelhante ao ocorrido no segundo turno das eleições, no dia da cerimônia de posse de Lula como novo presidente.