É falsa a história do caminhoneiro amarrado em poste e abusado por travesti em Itajaí

É falsa a história do caminhoneiro amarrado em poste e abusado por travesti em Itajaí

Recentemente, o portal de notícias Joinville Informações, divulgou que um caminhoneiro foi amarrado e abusado sexualmente por um travesti na altura do bairro Cordeiros, em Itajaí, litoral de Santa Catarina.

De acordo com o portal, o motorista contratou a trans, de pronome Tiffany, para um programa, mas em determinado momento, ele foi amarrado em um poste e abusado sexualmente por cerca de uma hora.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), teria sido acionado e a vítima encaminhada ao pronto socorro. O caso havia sido registrado como estupro e a travesti encaminhada ao CDP.

História é falsa, sites relatam histórias similares com policiais

A última notícia, divulgada pelo Folha Do ES, diz que o verdadeiro caso ocorreu no último dia 08, com um Sargento da Polícia Militar em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo.

Segundo o boletim de ocorrência, o policial, à paisana, se deslocou até até a Praia do Morro e contratou o serviços da travesti conhecida como Tiffany Beyblade.

O policial dirigiu até o sul da cidade, na altura do Balneário de Meaípe. Durante o ato, o travesti acabou imobilizando o policial e o abusado sexualmente.

A vítima conseguiu fugir e pedir ajuda posteriormente. Ele foi socorrido ao Hospital São Pedro, em Guarapari.

Já a trans, foi presa em flagrante pelo crime de estupro.

Aconteceu no Rio de Janeiro, Minas Gerais e em vários estados

A mesma história é relatada há anos em diversos estados do país, mudando apenas o nome da trans e a cidade onde ocorreu o crime.

Em 2019, sites divulgaram que o caso ocorreu em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Já outros portais, afirmam que o caso aconteceu em Belo Horizonte, Minas Gerais.