Empresa do RS fecha quatro fábricas e demite 150 funcionários

Empresa do RS fecha quatro fábricas e demite 150 funcionários

A empresa metalúrgica Mangels, anunciou na última segunda-feira (02), o encerramento das atividades em quatro fábricas e a demissão de 150 funcionários em unidades espalhadas pelo Brasil.

Com sede em Canoas, no Rio Grande do Sul, a empresa havia concedido férias coletivas no final do ano.

A Mangels passou por várias mudanças e crise financeira nos últimos 15 anos. Entre medidas adotas vendeu ativos e encerrou a fábrica de São Bernardo do Campo (SP), em 2012. Entretanto, não foram suficientes para evitar o pedido de recuperação judicial (PRJ – 2013), concluída em 2017.

A decisão vale para as fábricas em Aparecida de Goiânia (GO), Araucária (PR), Canoas (RS) e Feira de Santana (BA)

Em nota, a Mangels justificou informando que não atuará mais no segmento de recuperação de cilindros.

Além das verbas rescisórias, todos os trabalhadores receberão o valor integral da PLR, três meses de vale-refeição e um valor adicional pelo encerramento brusco do contrato de trabalho. Ainda, terão direito a mais três meses de convênio médico e aqueles com estabilidade por acidente de trabalho permanecerão recebendo os salários até o fim do direito.