Entenda porquê um caminhão fica sem freios

Dois caminhões ficam sem freios e utilizam a área de escape juntos

Uma das principais causas de acidente envolvendo caminhões e carretas, é a pane no sistema de freios.

Mas afinal de contas, por que tantos veículos de carga ficam sem freios?

Primeiro, precisamos entender como o freio de um caminhão funciona:

Basicamente, o sistema de frenagem de um veículo de carga é composto por 6 componentes principais: Cuíca, Catraca, Eixo S, Patim de Freio, Lona de Freio e tambor.

Todo o sistema é controlado pelo pedal e manete de freio, que permite ou não, a entrada de ar na cuíca.

Entenda porquê os pneus das carretas estão pegando fogo, jornal do caminhoneiro, Tags: freio, freios, caminhões e carretas freios, virou o S, destravando, roda, pneu, cuíca, catraca, lona, lonas, tambor, patim, patins, destravando o s, eixo s, caminhões e carretas freios

A cuíca é responsável pelo acionamento da catraca. Caso o veículo esteja com o freio estacionário acionado, a primeira câmara da cuíca fica sem ar, mantendo a catraca em 90°.

Entenda porquê os pneus das carretas estão pegando fogo, jornal do caminhoneiro, Tags: freio, freios, caminhões e carretas freios, virou o S, destravando, roda, pneu, cuíca, catraca, lona, lonas, tambor, patim, patins, destravando o s, eixo s, caminhões e carretas freios
COMO CONVERTER GRAUS EM RADIANOS – Saber Matemática

Quando o freio estacionário é desativado, o ar enche a primeira câmara da cuíca, fazendo com que a catraca fique em uma posição próxima a 130°, girando o eixo S e contraindo os patins de freio com as lonas, liberando assim o tambor.

Entenda porquê os pneus das carretas estão pegando fogo, jornal do caminhoneiro, Tags: freio, freios, caminhões e carretas freios, virou o S, destravando, roda, pneu, cuíca, catraca, lona, lonas, tambor, patim, patins, destravando o s, eixo s, caminhões e carretas freios

Quando o pedal do freio é acionado, o processo inverso ocorre, já que a segunda câmara da cuíca é preenchido com ar, empurrando a catraca novamente para a posição de 90°, girando o eixo S e pressionando o conjunto de patins e lonas contra o tambor, ocasionando a frenagem.

Na simulação abaixo, você pode conferir cada processo:

Superaquecimento:

A principal causa de falta de freios está ligada ao superaquecimento do sistema. Assim como nos freios a disco, o sistema de freios a tambor também aquece com o uso.

Com esse aquecimento, o freio tende a perder rendimento e cada vez menos, segurar o veículo.

Em trechos de decida íngremes, onde o motorista precisa constantemente pisar no freio, o sistema aquece à temperaturas acima do recomendado, fazendo com que a eficiência seja quase 0.

Quando isso acontece, não há muito o que se fazer, a não ser torcer para que não tenha uma curva acentuada ou algum veículo bloqueie a frente.

Por esse motivo, é essencial que o motorista utilize o freio motor e poupe o sistema de freios do veículo.

A maioria dos caminhões atuais, contam com freios motores que conseguem segurar o veículo numa descida, sem a necessidade do freio a ar.

Desgaste na lona de freio:

O atrito entre a lona de freio e o tambor é o que freia e diminui a velocidade do caminhão. Quando a lona de freio está gasta, esse atrito tende a diminuir.

Alguns motoristas utilizam a lona de freio até que a mesma não consiga mais realizar nenhum atrito com o tambor.

Quando uma lona de freio está gasta, outra roda é sobrecarregada, aumentando o desgaste e aquecimento.

Válvula de ar:

Apesar de ser muito raro, problemas nas válvulas de ar também podem fazer com que as cuícas se mantenham cheias e os freios destravados.

Com isso, o motorista perde totalmente o controle sobre os freios do caminhão.

Para evitar isso, o recomendado é que os condutores atentem para a manutenção preventiva, além de sempre checarem o estado das válvulas.