Mecânicos adaptam motor do Mercedes-Benz em Sinotruk

Mecânicos adaptam motor do Mercedes-Benz em Sinotruk

Anos após a Sinotruk abandonar suas operações no Brasil, os proprietários de caminhões da marca ainda enfrentam dificuldades em encontrar peças e mão de obra qualificada para manutenção de seus veículos.

Como todos sabem, os caminhões e carretas exigem reparos constates para se manterem trabalhando, além é claro, da troca de componentes que sofrem desgaste com o uso.

A História da Sinotruk no Brasil

Em abril de 2010, a recém fundada Elecsonic, localizada na cidade de Campina Grande do Sul, no Paraná, deu inicio as importações e comercialização dos caminhões SinoTruk Howo 380 com trações 6×2 e 6×4.

Foi iniciado então, um plano ambicioso da montadora de entrar no mercado brasileiro de caminhões. Em 2012, a SinoTruk já havia emplacado cerca de 2 mil caminhões no Brasil e inaugurado 32 concessionárias.

Em 2013, a empresa chegou a anunciar a construção de uma fábrica em Santa Catarina e prometeu um investimento inicial de 300 milhões, mas que acabou ficando só no papel.

A partir de 2014 os problemas da Sinotruk começaram. Apesar do mercado ter aceitado bem os seus caminhões, a montadora enfrentava problemas com o Governo brasileiro. Sem conseguir obter isenção de IPI, que chegava a 30% para veículos importados, os projetos da montadora no Brasil foram encerrados.

Sem concessionárias autorizadas e sem peças de reposições, os proprietários de caminhões Sinotruk viram o preço dos modelos despencarem e muitos precisaram abandonar esses caminhões.

Com o passar dos anos, surgiram oficinas especializadas em veículos importados – ajudando assim, muitos caminhoneiros a manterem em dia a manutenção desses Sinotruks.

Já outros proprietários, decidiram adaptar motores de outros caminhões, como no caso citado no canal Maxsoney Sipauba:

O modelo, Sinotruk Howo 380, ganhou o motor do Mercedes-Benz 1938, OM 457 LA, também 380 cv. Além disso, foi adaptada a caixa de câmbio do Volvo FH 380, a VT 2214.

Em outro vídeo no Youtube, o mecânico da Dandiesel (Goiânia – Goiás), adaptou o motor do Mercedes-Benz 447 LA e manteve a caixa de câmbio original.