Olha o que um perito descobriu nessa carreta Randon

Olha o que um inspetor descobriu nessa carreta Randon

Os crime organizado está constantemente melhorando suas técnicas e detectar possíveis irregularidades na compra de veículos, se tornou uma tarefa difícil.

Muitas vezes, caminhões e carretas com documentos falsos, chegam a passar despercebidos em fiscalizações dos órgãos de segurança.

Há casos, onde o veículo roubado rodou por 20 anos até ser finalmente apreendido.

Carreta roubada há 20 anos é recuperada na BR-262, em Bom Despacho |  Centro-Oeste | G1

A Terceira Visão, de Cascavel, no Paraná, é uma empresa especializada em perícias cautelares.

Durante uma dessas perícias, em um semirreboque Randon, que seria revendido, os peritos descobriram uma falcatrua do criminosos.

Para evitar fazer a remarcação em cima dos elementos identificadores da carreta, os criminosos apagaram a antiga numeração e refizeram em outro local.

A nova numeração, documentos e placa, remetiam a um semirreboque Randon.

No entanto, foi descoberto indícios da existência de outra numeração, só que na parte traseira da carreta.

Ao lixarem o chassi, os profissionais descobriram que a numeração original era de uma Librelato, com registro de furto.

Essa alteração, não seria descoberta se os fiscais não soubessem onde fica a marcação de cada modelo.