Petrobras reduz em 9,5% preço de gasolina e em 6,5% o do diesel a partir de amanhã

A redução é de 9,5% o preço do litro da gasolina; e em 6,5% o litro do diesel, nas refinarias, a partir de amanhã, dia 13 de março.

Petrobras reduz em 9,5% preço de gasolina e em 6,5% o do diesel a partir de amanhã

Devido a queda brusca no preço do barril de petróleo, a Petrobras divulgou hoje um novo reajuste nos preços dos combustíveis.

A redução é de 9,5% o preço do litro da gasolina; e em 6,5% o litro do diesel, nas refinarias, a partir de amanhã, dia 13 de março. 

Dia 29 de fevereiro, a empresa já havia reajustado o preço dos combustíveis, quando reduziu em 4% no preço do litro da gasolina; e em 5% no litro do diesel, nas refinarias.

Normalmente, os postos de combustíveis demoram alguns dias para repassarem o reajuste ao consumidor na bomba.

Por conta da atual crise no preço do barril do petróleo, o Presidente da República tem o poder de vetar esse tipo de reajuste para não prejudicar a Petrobras, mas Bolsonaro deixou claro que não pretende interferir e até se mostrou otimista com a queda no preço dos combustíveis.

Nesse final de semana, a Arábia Saudita iniciou uma retaliação ao governo da Rússia, diminuindo em 10% os preços da exportação do petróleo para exportação.

O objetivo da redução acentuada nos preços pelo governo Arábico é retaliar a decisão da Rússia em não reduzir a produção de petróleo e segurar os preços do produto, que estão em queda por causa da desaceleração econômica decorrente da epidemia do coronavírus.

Além disso, o governo da Arábia Saudita divulgou que pretende aumentar sua produção de petróleo nos próximos meses, consequentemente, o preço do barril voltou a cair nessa quinta-feira em todo o mundo.

O Coronavírus também está influenciando nesse setor, com diversos países reduzindo a atuação das indústrias e comércio, a demanda pelos combustíveis diminui e o preço acaba diminuindo.
Valor Investe Globo