Polícia desarticula quadrilha especializada em adulteração de combustíveis e Arla32

Polícia desarticula quadrilha especializada em adulteração de combustíveis e Arla32

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado do Ministério Público de SP, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), desarticularam na manhã dessa quarta-feira(21), uma quadrilha especializada na adulteração de combustíveis em vários estados do país.

A Operação Arinna, contou com a mobilização de 200 policiais.

De acordo com as investigações, a organização criminosa importava irregularmente nafta (produto incolor extraído do petróleo e matéria-prima básica para a produção de plástico) e utilizavam o insumo para misturar na gasolina no processo de adulteração.

Somente nesse processo, os criminosos conseguiram sonegar mais de R$ 538 milhões em tributos federais.

O grupo também fabricava o Arla32, utilizando-se, irregularmente, de ureia destinada à fabricação de adubos e fertilizantes. Esta mistura, além de causar mais danos ao meio ambiente, ocasiona uma série de danos aos motores diesel dos veículos.

Ao todo, foram cumpridos quinze mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão, nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Tocantins, Rondônia e Rio Grande do Sul.

Na Bahia, a PRF realizou o cumprimento de mandado de busca e apreensão onde funciona uma das empresas investigadas, na região do município de Candeias (BA). Os policiais apreenderam 09 caminhões tanque cheios de ALRA32, com aproximadamente 270 mil litros da substância. Ainda, foi relacionada grande quantidade de ureia, além de documentos.

  • Polícia desarticula quadrilha especializada em adulteração de combustíveis e Arla32
  • Polícia desarticula quadrilha especializada em adulteração de combustíveis e Arla32