Polícia Federal prende quadrilha especializada em roubo de cargas em rodovias de SP

A Polícia Federal, realizou nessa quinta-feira (02), a operação denominada Rapina, com objetivo de desarticular uma quadrilha especializada no roubo de cargas nas rodovias de São Paulo.

Foram cumpridos 15 mandados de prisão temporária e de busca e apreensão na região de Campinas (SP), atualmente, o epicentro dessa prática criminosa.

A investigação durou cerca de 18 meses e identificou relação em ao menos nove crimes, no período de julho de 2020 a março deste ano. Foram casos que envolveram subtração de cargas de carnes, cervejas, agrotóxicos e polietileno.

Dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP) apontam que foram 2.188 roubos de carga no estado só nos primeiros quatro meses deste ano, o equivalente a 18 roubos por dia.

Agente da Polícia Federal faz buscas em residências na região de Campinas — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Durante a operação, sete criminosos foram presos, entre eles, a esposa de um dos assaltantes. Um dos integrantes da quadrilha segue foragido.

Como criminosos agiam

  • O grupo atuava com a abordagem de motoristas de caminhões nas rodovias e em postos de combustíveis para roubar a carga.
  • Também roubava caminhões para fazer o transbordo dos materiais roubados.
  • Faziam distribuição rápida da carga subtraída entre receptadores.
  • A esposa de um dos criminosos atuava especificamente em buscar os ladrões após os crimes em diferentes pontos das rodovias.
  • As armas, ainda não localizadas, ficam com pessoas específicas da quadrilha.
  • Nem todos os membros do grupo crimonoso se conhecem.
  • Polícia Federal identificou que alguns são trabalhadores ativos do ramo de transportes.