Polícia prende quatro suspeitos do desaparecimento de caminhoneiro de Bom Jesus

Polícia prende quatro suspeitos do desaparecimento de caminhoneiro de Bom Jesus

A Polícia Civil realizou nessa quinta-feira (17), a prisão de quatro suspeitos do desaparecimento do caminhoneiro Luciano Boeira de Melos, de 26 anos, em Bom Jesus, no Rio Grande do Sul.

O caminhoneiro desapareceu no último dia 26 de Julho, após sair de casa para se encontrar com uma mulher casada. Desde então, ele não foi mais visto.

Segundo apurado, as pessoas detidas nessa quinta, são: a mulher com quem ele se encontraria, o marido, o cunhado e o pai dela.

A reportagem da RBS TV conversou com o advogado Ezequiel Carlotto, que confirmou representar a mulher, bem com o marido e o cunhado dela. Ele disse que espera ter acesso aos autos do processo para fazer o pedido de relaxamento de prisão à Justiça e, se for o caso, pedir a liberdade por meio de habeas corpus.

A principal linha de investigação da Polícia Civil, é que o caminhoneiro teria sido atraído por uma mensagem que recebeu da mulher e posteriormente, foi executado na região de Caraúno.

As investigações também apontam divergências nos depoimentos dos quatro envolvidos, com apresentação de falsos álibis. Eles teriam ainda, apagado registros dos celulares, destruíram provas e coagiram testemunhas a mentir durante a investigação.

Na quarta-feira-feira (16), a Polícia Civil interrogou, novamente, a mulher. O marido dela também passou por interrogatório, além do irmão dele e do pai da mulher. Todos permaneceram em silêncio – inclusive quando questionados sobre onde estaria o corpo de Melos.