Policial Federal é preso após abrir fogo em posto de gasolina e matar uma pessoa

Policial Federal é preso após abrir fogo em posto de gasolina e matar uma pessoa

Um Policial Federal, identificado como Ronaldo Massuia Silva, de 43 anos, foi preso após abrir fogo em um posto de gasolina e matar uma pessoa no bairro Cristo Rei, em Curitiba, no Paraná.

O crime ocorreu na madrugada desta segunda-feira (2/5).

De acordo com testemunhas, o policial estacionou a viatura descaracterizada em um local proibido e adentrou a loja de conveniência nervoso, pedindo por um isqueiro para que pudesse acender um cigarro.

O segurança do estabelecimento foi até o agente para informar que o mesmo não poderia deixar o automóvel estacionado naquele local.

Nesse momento, uma discussão começou e o policial sacou a arma. Ronaldo realizou ao menos 10 disparos, acertando 4 pessoas que estavam na loja.

Um motorista de aplicativo morreu e outras três pessoas ficaram feridas.

Policial federal que atirou em quatro pessoas teve surto psicótico, diz  defesa - RIC Mais

O policial estava com sinais de embriaguez e foi preso em flagrante pela Polícia Militar.

A Polícia Civil e a Polícia Federal, abriram inquérito para investigar o caso.

A defesa de Ronaldo Massuia Silva, afirmou que o cliente teve um surto psicótico em decorrência da depressão.