Projeto quer tirar cabine do comprimento total de conjuntos

Projeto quer tirar cabine do comprimento total de conjuntos

O Projeto de Lei 2.084/2022, do senador Jorginho Mello (PL-SC), está em trâmite no Senado e prevê a exclusão da cabine no comprimento total de conjuntos articulados.

O texto propõe que a Resolução 882/2021 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) — que define comprimento total como a medição entre as extremidades dianteira e traseira do veículo — deixe de considerar a cabine de veículos articulados de transporte de cargas, já que “para quem carrega, é economicamente inviável diminuir a capacidade de carga para aumentar a cabine de maneira expressiva”.

Tipos de carretas: cargas, capacidades e outras particularidades

O autor do projeto, salienta que a atual legislação, que leva em consideração a cabine do veículo no comprimento total do conjunto, faz com que as empresas deem preferência aos compartimentos de cargas maiores e cabines menores, na tentativa de aumentar a eficiência.

“Essa simples diferença no sistema de medição incentivará as montadoras a oferecerem veículos com cabines mais amplas e confortáveis aos caminhoneiros brasileiros, especialmente para um descanso mais restaurador”, defende Jorginho Mello.

Esse tipo de legislação, é utilizada nos Estados Unidos e desconsidera o comprimento da cabine.

Com isso, o país consegue ter em sua frota, caminhões que oferecem o máximo de conforto aos seus motoristas.

Federal Size Regulations for Commercial Motor Vehicles - FHWA

Informações: Senado Notícias