URGENTE: A pedido do PT, Moraes proíbe PRF e PF de fazer operações que afetem transporte de eleitores e divulgar balanços de ações

PRF apreende R$ 1 milhão que seria utilizado para compra de votos em MG

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, proibiu neste sábado (29) que a Polícia Rodoviária Federal realize qualquer operação relacionada ao transporte público de eleitores neste domingo (30), quando ocorre o segundo turno em todo o país.

Moraes também proibiu que o governo divulgue qualquer tipo de resultado ou balanço de operações realizadas pela Polícia Federal e relacionadas ao pleito, “sob pena de responsabilização criminal do Diretor Geral da PF por desobediência e crime eleitoral”.

Com isso, a PRF fica proibida de divulgar apreensões relacionadas a eleição.

A decisão atende ao pedido de um deputado do PT, partido do candidato Luiz Inácio Lula da Silva. O parlamentar acusa o governo e o Ministério da Justiça de usarem as polícias federais para beneficiar a candidatura à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O pedido veio após a PRF intensificar a fiscalização para combater a compra de votos.

PF prende dupla com R$ 3 milhões durante operação ‘Eleições 2022’ em Manaus

Dinheiro foi apreendido pela Polícia Federal. — Foto: Divulgação/Polícia Federal

Dois homens foram presos pela Delegacia de Defesa Institucional (Delinst), da Polícia Federal (PF), suspeitas de sacarem R$ 3 milhões em uma agência bancária no bairro Praça 14, Zona Sul de Manaus. Conforme as investigações, a dupla não apresentou a comprovação da destinação do alto valor sacado.

PRF apreende R$ 1 milhão que seria utilizado para compra de votos em MG

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu na noite dessa sexta-feira (28), aproximadamente R$ 1 milhão em espécie que seria utilizado na compra de votos, durante uma fiscalização no km 166 da BR 050 em Uberaba (MG).